Publicidade
logo-abieps-l9.jpg
+55 19 99876-4100 | 19 3515-0261
comercial@itpindustrial.com.br
A década dourada do carro elétrico

A década dourada do carro elétrico


Criado: 22 Janeiro 2021 | Atualizado: 22 Janeiro 2021
Tamanho da fonte
pequena
normal
grande
Versão para impressão
imprimir
Em setembro do ano passado, a venda mensal de carros elétricos e híbridos, na Europa, superou, pela primeira vez, a comercialização de carros a diesel.

Com a valorização mundial da agenda do desenvolvimento sustentável durante a pandemia, o planeta está entrando na década de ouro dos veículos elétricos.

O novo presidente americano reiterou seu compromisso com a mobilidade elétrica. Confirmou que vai investir em tecnologia das baterias veiculares – que hoje representam larga fatia do custo de um elétrico –, enfatizou seu desejo em liderar a produção mundial de carros verdes, prometeu investimentos de US$ 400 bilhões em infraestrutura de eletroabastecimento e a construção de 500 mil pontos de recarga nos EUA.

Longe das Américas, o frenesi também é evidente e, pela primeira vez na história, a venda mensal de carros elétricos e híbridos, na Europa, superou a comercialização de carros a diesel, no último mês de setembro (de 25% a 24,8%).

Já pelos lados da China, os recordes se acumulam e as vendas de veículos elétricos e híbridos plug-in devem chegar a 1,1 milhão de unidades anuais, segundo a Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis.

A infraestrutura de carregadores veiculares experimenta cenário curioso: dos 7,3 milhões de carregadores de veículos elétricos no mundo, em 2019, cerca de 6,5 milhões eram privados. O motivo? A conveniência de carregar em casa e as políticas de apoio, com preço subsidiado do carregador e tarifas especiais para carregamento residencial.

Mas e no Brasil?

Em nosso País, já existem diversos modelos e marcas de veículos elétricos e uma taxa de crescimento de vendas acelerada. O primeiro semestre deste ano teve aumento de 221%, em comparação ao primeiro semestre de 2019.

Entretanto, a barreira para a popularização desses carros ainda é grande: preços elevados, infraestrutura precária e pouco conhecimento da população sobre a nova tecnologia.

Por aqui, um dono de veículo elétrico não tem segurança de que terá oferta de recarga ao longo da sua rota. Em relação aos benefícios governamentais, o dono de um carro elétrico conta com redução no IPVA – em São Paulo, o desconto é de 50% e alíquota zero de Imposto de Importação.

Para aumentar o consumo deste tipo de veículo, será necessário que as estações de recarga estejam presentes em estabelecimentos comerciais, pois são o futuro da mobilidade. Em contrapartida consomem muita energia elétrica aonde são instaladas.

Mas existe solução, a energia solar é a forma mais fácil para diminuir este alto gasto. Vale a pena avaliar as finanças do seu negócio, para verificar a viabilidade da implantação desse tipo de sistema de captação de energia.

Para a implantação do sistema de energia solar em seu posto de combustível, comércio ou indústria, conte com a ITP! A conexão com o seu futuro em energia solar.




Fonte: mobilidade.estadao.com.br

Faça um orçamento!

Economize até 95% na sua conta de energia!

Cadastre-se!

Fique por dentro das principais novidades.


Avaliação

Deixe sua avaliação
Comentários
0
Deixe seu comentário

Comentários

Faça parte da notícia, deixe seu comentário, expresse sua opinião.
E-mail protegido, também não gostamos de SPAM
Sua mensagem foi enviada com sucesso!

WhatsApp