Publicidade
logo-abieps-l9.jpg
+55 11 97821-4868 | 19 3515-0261
comercial@itpindustrial.com.br
Os Postos no Brasil estão prontos para o autoatendimento?

Os Postos no Brasil estão prontos para o autoatendimento?


Criado: 08 Setembro 2021 | Atualizado: 09 Setembro 2021
Tamanho da fonte
pequena
normal
grande
Versão para impressão
imprimir
Entenda tudo sobre o autoatendimento em postos de combustíveis.

Em 1964, uma inovação mudou para sempre o abastecimento – e até mesmo o varejo como um todo – quando o operador de loja de conveniência John Roscoe ligou o botão em uma loja de conveniência em Westminster, Colorado, para ativar as primeiras bombas de gasolina de autoatendimento de acesso remoto dos Estados Unidos. Em 10 de junho de 1964, a loja vendia apenas 124 galões de gasolina para cerca de uma dúzia de clientes, mas a venda de combustível nunca mais seria a mesma.

Em uma nova tentativa de diminuir os valores, parlamentares da câmara dos deputados estão tentando incluir duas emendas na MP 1.603, a mesma que decreta o fim da fidelidade à bandeira.

A ideia então é cortar custos no valor do combustível desobrigando a contratação de frentistas para o posto. “Uma coisa é certa: com um custo a menos, o preço cai. Sempre cai”, garantiu Kim Kataguiri (DEM-SP) em entrevista a Quatro Rodas.

O valor do gasto com o funcionário estaria embutido na porcentagem de lucro que o posto obtém na venda do combustível. Só para se ter uma ideia, hoje, 11% do litro da gasolina é derivado dos gastos/lucros do posto.

O governo está se mobilizando para tal liberação do auto serviço no Posto, o único problema é que não sentam para discutir com os revendedores e ou seus representantes.

Afinal de contas, o auto serviço é bom ou ruim para o revendedor?

As opiniões dos revendedores divergem, alguns com receio das mudanças, outros com medo de ser o primeiro passo para a verticalização e os mais otimistas com a esperança de dias melhores, dizem que “pior que está não fica.”

A realidade, é que os Postos conseguem se adaptar ao auto serviço com a estrutura atual, o brasileiro é empreendedor por natureza, ele arruma jeito para tudo e nos Postos não seria diferente.

Os Postos no Brasil não foram feitos para o modelo de self service, temos muitos Postos pequenos e com o mínimo necessário para um atendimento minimamente funcional. A média de bicos por Posto no Brasil é de 11,72 bicos, provavelmente 4 bombas, com 8 pontos de abastecimentos simultâneos e vagas presas em sua grande maioria. Num formato deste é importante a agilidade no atendimento e o frentista é o responsável pela velocidade do atendimento.

Equipamentos

Quando se fala em auto serviço lembramos do modelo americano e quem o conhece bem sabe que nos EUA há basicamente 2 formas de realizar o pagamento, diretamente num dispenser na bomba de combustível ou na loja de conveniência com um funcionário.

Não temos aqui disponível nenhum equipamento para pagamento diretamente na bomba, porque tal modalidade ainda não é permitida. Após a aprovação do auto serviço, se houver, os fabricantes de bombas de combustíveis irão trazer soluções para nosso mercado, já que operam assim em diversos países. Resta saber se nossas bombas estarão aptas para tais equipamentos e o custo deles.

Loja de Conveniência

Quem já foi nos EUA e abasteceu por conta própria o seu veículo com certeza já fez o pagamento do combustível antecipadamente em uma loja de conveniência, é bem comum essa modalidade lá, inclusive para potencializar o fluxo de pessoas na loja.

Nos Estados Unidos 81% dos Postos tem loja de conveniência, eles rentabilizam o seu negócio mais na loja do que no Posto. No Brasil temos 19% dos Postos com lojas de conveniência, ou seja, mais um problema para a aplicação do auto atendimento conforme o modelo americano.

Solução rápida

Num primeiro momento o cartão de identificação de Frentistas será a bola da vez, basta deixar um funcionário no Posto responsável pelo recebimento e liberação das bombas após o cliente pagar.

Se o cliente quiser que o funcionário abasteça ainda teria a possibilidade de liberar a bomba com um valor mais alto, já que o identificador de frentistas hoje permite isso.

O Posto Misto com as 2 opções de abastecimentos pode ser a solução caso seja liberado o auto atendimento. Proporciona redução nos custos para o empresário e mais praticidade e comodidade ao cliente.

Sabemos que hoje a procura por redução de custos é alta em todos os mercados brasileiros. No caso dos postos revendedores, um dos maiores custos fixos é com a conta de energia elétrica, que todo ano fica mais cara.

A boa notícia é que, atualmente, a instalação de um sistema fotovoltaico está mais acessível as empresas e proporciona uma redução na conta de até 95%.

A ITP é uma empresa especialista em Postos de Combustíveis, realiza a criação e distribuição de projetos de eficiência energética, energia solar fotovoltaica e mobilidade elétrica. Conheça mais sobre nossos serviços.

Entre em contato e solicite um orçamento sem custos! (ORÇAMENTO)
comercial@itpindustrial.com.br
[11] 97821-4868 / [19] 3515-0261

Conte com a ITP! A conexão com o seu futuro em energia solar.




Fonte: blog.clubpetro.com (artigo editado)
Autor: Ricardo Pires

Faça um orçamento!

Economize até 95% na sua conta de energia!

Cadastre-se!

Fique por dentro das principais novidades.

Conheça também outras soluções ITP

Projetos de Eficiência Energética

Correção do fator de potência e proteção contra Harmônicas

Projetos "sob medida" para indústrias

Energia sustentável para Indústrias e negócios


Avaliação

Deixe sua avaliação
Os Postos no Brasil estão prontos para o autoatendimento?
Comentários
0
Deixe seu comentário

Comentários

Faça parte da notícia, deixe seu comentário, expresse sua opinião.
E-mail protegido, também não gostamos de SPAM
Sua mensagem foi enviada com sucesso!

WhatsApp