Publicidade
logo-duns-j9.png
+55 19 99876-4100 | 19 3515-0261
comercial@itpindustrial.com.br
15
Maio
2020
0
Renováveis serão as únicas fontes a crescer em 2020

Renováveis serão as únicas fontes a crescer em 2020


Criado: 15 Maio 2020 | Atualizado: 15 Maio 2020
Tamanho da fonte
pequena
normal
grande
Versão para impressão
imprimir
Segundo relatório da IEA, tecnologias fotovoltaica e eólica devem superar os problemas de cadeia de suprimentos e apresentar um incremento de cerca de 5% no ano.

As renováveis serão as únicas fontes que apresentarão crescimento em 2020, aponta relatório da Agência Internacional de Energia (IEA) que avalia os impactos da pandemia de coronavírus e as consequentes medidas de restrição na demanda e oferta global do setor. De acordo com a análise, esse tipo de geração, em especial solar e eólica, deve superar os problemas de cadeia de suprimentos e apresentar um incremento de cerca de 5% em 2020.

“Em meio a essa crise econômica e sanitária sem precedentes, a queda de demanda de quase todos os principais combustíveis é impressionante, especialmente para carvão, petróleo e gás. Apenas as renováveis irão se sustentar durante essa queda no uso de eletricidade”, disse o diretor executivo da IEA, Faith Birol, que descreveu a pandemia como um choque histórico para todo o setor de energia.

O relatório projeta que a demanda global de energia irá decair por volta de 6% nesse ano, um declínio quase sete vezes maior que o experimentado durante a crise financeira de 2008 e o mais severo desde a Segunda Guerra Mundial. Os efeitos já são visíveis no primeiro trimestre, com uma queda de 3,8%, de acordo com a análise da entidade.

As economias mais avançadas sofreram o maior impacto. A IEA prevê que a demanda de energia nos Estados Unidos caia 9% e 11% na União Europeia em 2020, em função dos efeitos de restrição na atividade industrial. O papel das renováveis na matriz energética dos dois mercados já mostra crescimento.

A avaliação é de que o rigor e a duração das quarentenas são instrumentais para o colapso da demanda. A análise mostra períodos de isolamento completo, como ocorreu em muitos países da Europa, podem causar quedas de até 20%. A expectativa é de que o mundo registre 5% de queda da demanda de energia nesse ano, a maior queda desde a Grande Depressão.

A IEA indica que esse colapso beneficiará o setor de renováveis, a única classe de geração que deverá apresentar crescimento no período, graças a operação de novas capacidades, menores custos operacionais e o benefício de despachos prioritários em mercados importantes. É factível que as renováveis forneçam 40% da energia global em 2020, concretizando a liderança sobre combustíveis fósseis conquistada no ano passado.

Caso essa projeção se confirme, a geração renovável teria uma vantagem de seis pontos percentuais sobre o carvão. Até mesmo o gás, defendido como uma fonte de transição em muitos mercados, mostra tendência de declínio, com projeção de 5% de queda na demanda, segundo a IEA. “Ainda é cedo para determinar os impactos de longo prazo, mas a indústria de energia que irá emergir após a crise será significativamente diferente do que era anteriormente”, declarou Birol.

Não espere mais tempo para instalar energia solar fotovoltaica em sua casa, comércio ou indústria. Se planeje para o futuro, ele começa por um passo na direção certa, e esta precisa ser o mais planejado e consistente possível para que, no prazo certo, transforme-se num retorno de investimento seguro e assertivo.

Conte com a ITP! A conexão com o seu futuro em Energia Solar.



Fonte: portalsolar.com.br

Faça um orçamento!

Economize até 95% na sua conta de energia!

Cadastre-se!

Fique por dentro das principais novidades.


Avaliação

Deixe sua avaliação
Comentários
0
Deixe seu comentário

Comentários

Faça parte da notícia, deixe seu comentário, expresse sua opinião.
E-mail protegido, também não gostamos de SPAM
Sua mensagem foi enviada com sucesso!