Publicidade
logo-abieps-l9.jpg
+55 19 99876-4100 | 19 3515-0261
comercial@itpindustrial.com.br
Só elétricos: Califórnia proíbe carros a combustão a partir de 2035

Só elétricos: Califórnia proíbe carros a combustão a partir de 2035


Criado: 29 Setembro 2020 | Atualizado: 29 Setembro 2020
Tamanho da fonte
pequena
normal
grande
Versão para impressão
imprimir
Na contramão dos EUA, estado mais rico do país define prazo para encerrar vendas de veículos a gasolina e a diesel

A Califórnia segue uma dinâmica própria em termos de legislação ambiental e mobilidade elétrica. Na última quarta-feira (23), o governador Gavin Newsom assinou um decreto-lei que determina que todos os veículos de passageiros novos vendidos no estado tenham emissão zero até 2035.

Na prática, isso significa que as montadoras não poderão mais vender carros a gasolina e a diesel no estado a partir da data estipulada. A lei também não abre nenhuma exceção para os veículos híbridos plug-in. Em 2045, ela será estendida a todos os veículos comerciais novos. A nova regra ainda inclui medidas para permitir a expansão da rede de estações de carregamento para veículos elétricos bem como postos de abastecimento de hidrogênio.

Trata-se de um passo decisivo e que de certa forma vai na contramão da administração federal, que recentemente relaxou as regras antipoluição e ainda não se posicionou claramente em torno das metas de emissões para o objetivo global de carbono neutro em 2050, perseguido pela maioria dos países desenvolvidos. Agora, o órgão California Air Resources Board está sendo encarregado de desenvolver regulamentos para garantir que todos os novos carros de passageiros e caminhões vendidos no estado tenham emissões zero até 2035.

De acordo com informações apuradas pelo gabinete do governador, o setor de transporte é “responsável por mais da metade de toda a poluição de CO2 no estado da Califórnia, sendo 80% da poluição formadora de fumaça e 95% das emissões de diesel tóxico - enquanto as comunidades na Bacia de Los Angeles e no Vale Central estão entre os locais com o ar mais poluído e tóxico do país”.

O governo local ainda afirma que adotar os veículos com emissão zero em massa “alcançaria uma redução de mais de 35 por cento nas emissões de gases de efeito estufa e uma melhoria de 80 por cento nas emissões de óxidos de nitrogênio dos carros em todo o estado”.

No entanto, os veículos elétricos e a hidrogênio custam mais caro que seus equivalentes a combustão. Nesse ponto, o governador Newson acredita que até 2035 esses carros estarão bem mais baratos e melhores do que os carros à combustão - o que parece ser verdade, dados os esforços e empenho da indústria na rápida evolução dos veículos de emissão zero.

Outro problema identificado para o avanço dos carros elétricos são seus carregadores, que consomem muita energia, aumentando o valor da conta de luz. A saída ideal para o aumento da conta de energia elétrica é o sistema fotovoltaico, que proporciona uma redução de até 95%.

Conte com a ITP! A conexão com o seu futuro em Energia Solar.






Fonte: insideevs.uol.com.br

Faça um orçamento!

Economize até 95% na sua conta de energia!

Cadastre-se!

Fique por dentro das principais novidades.


Avaliação

Deixe sua avaliação
Comentários
0
Deixe seu comentário

Comentários

Faça parte da notícia, deixe seu comentário, expresse sua opinião.
E-mail protegido, também não gostamos de SPAM
Sua mensagem foi enviada com sucesso!

WhatsApp